X
X
X
Home Home
Webmail Webmail
Frente Frente Frente Frente Frente
Fale Conosco Fale Conosco
Facebook
Busca Busca

Especialidades

Geral

23/09/2013

Mamografia

O câncer de mama (CM) é uma neoplasia maligna complexa, heterogênea, multifatorial e de etiologia ainda desconhecida.
 
Ocupa lugar de destaque por apresentar elevada incidência e mortalidade. No mundo, é o segundo tipo de câncer mais frequente e o primeiro entre as mulheres. A incidência do CM feminino apresentou crescimento contínuo na última década, o que pode ser resultado de mudanças sócio-demográficas e acessibilidade aos serviços de saúde.
 
A estimativa para o Brasil em 2012 foi de 52.680 casos novos de câncer da mama, com um risco de 52 casos a cada 100 mil mulheres.
 
A mamografia é apontada como o método mais sensível, na atualidade, para a detecção do CM em estádio pré-invasivo, ocasião em que o índice de cura tem alcançado até 95%, sendo esta detecção precoce a principal estratégia para controle da doença. 
 
Segundo as orientações do Consenso para o Controle do Câncer de Mama do Ministério da Saúde, as seguintes ações são recomendadas para o rastreamento em mulheres sem sintomas: 

- Exame Clínico das Mamas realizado anualmente, para as todas as mulheres com 40 anos ou mais. O Exame Clínico das Mamas deve fazer parte, também, do atendimento integral à mulher em todas as faixas etárias; 
Mamografia, para as mulheres com idade entre 50 a 69 anos, com o intervalo máximo de dois anos entre os exames; 
Exame Clínico das Mamas e Mamografia anual, a partir dos 35 anos, para mulheres pertencentes a grupos com risco elevado de desenvolver câncer de mama. São consideradas mulheres de risco elevado aquelas com: um ou mais parentes de primeiro grau (mãe, irmã ou filha) com câncer de mama antes dos 50 anos; um ou mais parentes de primeiro grau com câncer de mama bilateral ou câncer de ovário; história familiar de câncer de mama masculino; lesão mamária proliferativa com atipia comprovada em biópsia; história pessoal de câncer de mama.
 
A Sociedade Brasileira de Mastologia e as principais sociedades médicas Norte-Americanas recomendam o rastreamento mamográfico a partir dos 40 anos.
 
A paciente deverá discutir com seu mastologista com qual idade iniciará seu rastreamento e também com qual periodicidade deverá fazê-lo.
 
Atualmente, no Brasil, a Lei 11 664/ 2008 determina que o Estado deve oferecer mamografia às pacientes acima de 40 anos.
 
A realização do exame de mamografia tem proporcionado a detecção precoce de um número cada vez maior de lesões mamárias, principalmente lesões pequenas, quando ainda não são palpáveis. Para garantir o desempenho da mamografia, a imagem obtida deve possuir alta qualidade, sendo necessários: equipamento adequado, técnica radiológica correta, conhecimento, prática e dedicação dos profissionais envolvidos. Tais ações podem reduzir a mortalidade pela doença.
 
O exame de mamografia pode, eventualmente, causar algum desconforto, em virtude da compressão utilizada, porém é importante saber que a compressão é fundamental para um bom exame. Ela permite o emprego de menor dose de radiação, maior riqueza de detalhes e, consequentemente, produz radiografias com melhor condição para diagnóstico.
 
A compressão não é perigosa, não causa mal às mamas e a sensação dolorosa passa rapidamente.
 
A sensibilidade da mamografia em detectar tumores varia  de  64% a 78% nos programas de rastreamento  de vários países. A detecção mamográfica de pequenos tumores possibilita as chances de tratamentos conservadores.
 
Reiteramos que a mamografia é, atualmente, o exame mais importante para o diagnóstico precoce do câncer de mama, porém umas poucas lesões não são detectadas, mesmo com a alta tecnologia empregada. Por isso é importante entregar o resultado da mamografia para o seu médico assistente.
 
O Hospital Aristides Maltez possui dois mamógrafos com digitalização computadorizada (CR). Nossos profissionais são dedicados à mamografia. Realizamos o procedimento de estereotaxia para “core biopsy” e marcação pré-cirúrgica de lesões não palpáveis. Contamos com unidade móvel equipada com mamógrafo, realizando exames nas cidades que distam até 200 Km de Salvador
 
Em caso de dúvidas entre em contato conosco. 
 
 
Listagem completa de notícias


Preencha os campos para efetuar sua inscrição.

Valor:

R$50,00 (Cinquenta reais ) - Estudante de Medicina /Odontologia

Valor R$100,00 (Cem reais) - Profissional

Forma de pagamento: Depósito bancário no Banco Caixa Econômica Federal
Agência: 1236
Conta Corrente: 918-1
Operação: 003
CNPJ: 15.180.961.0001-00
em nome da Liga Bahiana Contra o Câncer - LBCC, não sendo permitido o pagamento em nenhuma outra modalidade que não seja através de depósito no banco citado.